Banda Aborto Elétrico, de Renato Russo, ganha placa de homenagem

Na última quinta-feira, 12 de agosto, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), inaugurou uma placa turística na Colina – Onde Tudo Começou, no setor da Universidade de Brasília (UnB), local onde aloja professores e pesquisadores.

publicidade

O local foi escolhido por servir de cenário de vários encontros entre Renato Russo, Felipe Lemos Toninho Maia, em 1978, onde criaram a Banda Aborto Elétrico. 

Este espaço onde a placa foi colocada, é um dos 40 pontos da Rota Brasília Capital do Rock, criada pela Setur-DF, para que os visitantes conheçam e visitem locais que grandes artistas fizeram a história do gênero musical no Brasil.

publicidade
Banda Aborto Elétrico
Banda Aborto Elétrico, de Renato Russo, ganha placa de homenagem (Imagem: Renato Braga/Setur-DF)

O projeto tem curadoria de Philippe Seabra, guitarrista e vocalista da banda Plebe Rude. “Nós temos muita história para contar desse lugar aqui”, reforçou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

“O significado aqui é muito maior. Fizemos essa rota, com curadoria do Philippe Seabra e apoio da Upis, mas estamos prestando uma homenagem por esta ausência do Toninho Maia que todos estamos sentindo. Me uno a todos nessa lembrança, nesse reconhecimento ao Toninho”, disse Vanessa Mendonça. O músico morreu recentemente em decorrência da Covid-19.

publicidade

O irmão de Toninho Maia, participou da inauguração da placa e se disse bastante emocionado com a homenagem feita ao irmão e aos seus colegas de banda.

Emocionado, Tio Jorge lembrou de como ele e o irmão tiveram o primeiro contato com os roqueiros ali, debaixo do Bloco A da Colina. “Nós vínhamos da 408 Norte para cá jogar bola com eles”, lembrou Tio Jorge. “O Toninho tinha 15 anos e tocava guitarra. Eles foram para o rock e o Toninho para o jazz, mas depois eles se reencontraram no Edifício Radiocenter, onde o Toninho tinha o estúdio de gravação, o Artemanha, e também a banda de jazz, que era ao lado da sala de ensaio da Plebe Rude, Escola de Escândalos e Legião Urbana”, disse.

publicidade

Além da Colina, também foi realizado um mini tour para percorrer pontos como a 508 Sul, onde as bandas se apresentavam na Feira de Música – durante os anos 1980 – e a Faculdade Upis (712/912 Sul). Foi montada uma exposição com diversas fotos, instrumentos, discos, cartazes de shows e entre outras relíquias.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Layne Bispo é formada em Administração pelo Centro Universitário UNIFG. Atua com produção de conteúdo para web há 5 anos e possui experiência nos nichos de entretenimento, educação, finanças e automobilismo. Atualmente dedica-se a redação do portal Mix Me, produzindo news sobre o mundo da música e cultura pop de um modo geral.

Veja mais ›
Fechar