Anitta se pronuncia pela primeira vez após cirurgia: ‘Está difícil’

Após se submeter a uma cirurgia de endometriose, Anitta retorna às redes sociais. Na manhã desta sexta-feira (22), a artista entrou no Twitter para atualizar seus seguidores sobre seu estado de saúde.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Anitta faz cirurgia e deve ter alta até sábado (Foto: Reprodução/Instagram)
Anitta faz cirurgia e deve ter alta até sábado (Foto: Reprodução/Instagram)

“Sei que vocês estão esperando eu aparecer mas tá difícil viu. Esse pós é insuportável. Correu tudo certo na cirurgia, agora é passar por essa fase extremamente ruim”, escreveu.

publicidade

A cirurgia foi realizada na última quarta-feira (20) e a alta de Anitta está prevista para acontecer entre esta sexta (22), e amanhã, sábado (23). A cantora está Internada a uma semana no hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

laparoscopia é a cirurgia mais utilizada em casos de endometriose. No caso de Anitta, o procedimento é mais delicado por ela já estar sentindo dores há um tempo. A cirurgia consiste em fazer pequenos buraquinhos no abdômen para inserir instrumentos que permitem retirar ou queimar o tecido endometrial que se encontra danificando outros órgãos.

A operação é recomendada por proporcionar um menor trauma cirúrgico, menos sangramento intraoperatório, menor dor pós-operatório, recuperação pós-cirúrgica mais rápida e retorno mais cedo às atividades habituais e ao trabalho.

publicidade

No último dia 7 de julho, Anitta revelou em seu perfil no Twitter que sofre de endometriose, uma doença crônica que afeta algumas mulheres em idade reprodutiva. Entre os sintomas da doença estão fortes cólicas menstruais, dor pélvica, incômodo na relação sexual, alterações intestinais, dor na região lombar e coxas e dificuldade para engravidar.

Na série de tuites, a artista conta que acreditava sofrer de um quadro de cistite recorrente, uma infecção que acomete a uretra provocada por uma bactéria. No entanto, os exames não indicavam a presença de microrganismos na região, o que levou sua médica a optar por uma ressonância, que detectou a endometriose em junho.

publicidade

“Pois bem galera… fui ficar com meu pai no hospital aquela vez. Comentei com minha querida amiga anja Dra que comanda tudo lá, que eu tava em tempo de morrer de dor. Ela fez meu milionésimo exame e pela milionésima vez… NAO TEM BACTÉRIA. Nunca teve em nenhum dos exames”

“A doutora (enviada pelo meu anjo da guarda só pode), fez na mesma hora uma ressonância em mim e estava la. ENDOMETRIOSE. No dia seguinte ela me levou em um especialista em endometriose. Fizemos os outros exames necessários pra ter certeza e aí está”

“Falta de higiene? Não. Falta de preservativo? Não. Falta de água? Não. Falta de pesquisar a fundo todas as variáveis que cada corpo pode responder a uma anomalia? SIM”, disse Anitta.

A endometriose é uma doença crônica causada por uma inflamação fora do normal de células do endométrio, tecido que reveste as paredes internas do útero, onde o óvulo se fixa depois de fecundado para que o feto cresça no caso de reprodução.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar