Anitta diz que já ficou com ‘metade da indústria musical’

Em entrevista ao canal no Youtube “MoluscoTVna última segunda-feira (30), Anitta revelou que já ficou com “metade da indústria musical”, sem se preocupar com os possíveis julgamentos que poderia receber das pessoas.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Durante a entrevista, a artista brasileira abriu o jogo sobre vários detalhes da sua vida pessoal.

“As pessoas ficaram loucas com o Podcast que fizemos, e você disse que já ficou com metade da indústria”, disse o apresentador. “Ah, sim é verdade. Mas nunca por interesses profissionais”, declarou a dona do hit “Envolver“.

publicidade
Anitta diz que já ficou com ‘metade da indústria musical’ (Imagem: Reprodução/Youtube)

Em seguida, Anitta afirmou não se importar com as opiniões alheias e que faz tudo o que tem vontade de fazer. A cantora ainda deixou um questionamento: se os homens ficam com várias mulheres e por que elas não podem fazer o mesmo?

publicidade

“Eu transo com as pessoas porque quero. Deixa eu te falar uma coisa, homens fazem isso. Um monte de homens chegam na balada com um monte de mulheres. E nós não podemos? Ah, posso, sim. Faço o mesmo, chego na balada com cinco homens. E é isso, Anitta e seus homens”, disse.

O apresentador ficou surpreso com a declaração da cantora brasileira. “E você sabe que as pessoas nunca te falaram nada. Elas sabem como você é, que você transa com quem você quiser. Eu nunca escutei alguém falando: ‘ela é uma put*'”, comentou o rapaz.

publicidade

“E se eles disserem, eu sou mesmo, e daí? Estão pagando as minhas contas? Não”, disparou Anitta.

Brasil sem machismo

Ainda durante a entrevista ao videocast “Molusco TV“, Anitta falou sobre outros assuntos polêmicos. Ao ser questionada se no Brasil era um país machista, a cantora afirmou que o machismo havia diminuído bastante por aqui.

“[O] Brasil é um país machista?”, questionou o Molusco. “Agora não tanto. Quando comecei não tinham tantas cantoras, as letras eram muito machistas. Hoje não se metam com as mulheres. Brasil está demais”, disse a cantora.

publicidade

Ela ainda disse acreditar que outros países latinos são ainda mais machistas que o Brasil. “E acredito que todos os outros países latinos seguem machistas, mas Brasil já está mais tranquilo. Há muito mais mulheres e as pessoas… Se você fala alguma coisa criticando as mulheres, você está cancelado, acabado”, completou.

Assista à entrevista completa:

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

Layne Bispo é formada em Administração pelo Centro Universitário UNIFG. Atua com produção de conteúdo para web há 5 anos e possui experiência nos nichos de entretenimento, educação, finanças e automobilismo. Atualmente dedica-se a redação do portal Mix Me, produzindo news sobre o mundo da música e cultura pop de um modo geral.

Veja mais ›
Fechar