publicidade
   

News

Sinead O’Connor: “a música morreu por causa de Kim Kardashian”



Sinead O’Connor não gostou de ver Kim Kardashian na capa da Rolling Stone.

Sinead O’Connor: "a música morreu por causa de Kim Kardashian"

Ela comentou sobre o assunto, ou melhor, fez uma declaração.

A cantora irlandesa Sinead O’Connor não gostou nem um pouco de ver Kim Kardashian na capa da revista Rolling Stone. Ela usou a sua página do Facebook para se manifestar sobre o assunto e dizer que isso é o fim para ela.

Dia Mundial do Rock: grandes nomes do rock brasileiro
Nick Jonas diz que mais artistas deveriam apoiar o público gay 
Lana Del Rey lança “Honeymoon”, seu novo single – ouça!

“O que esta p*** está fazendo na capa da Rolling Stone? A música morreu oficialmente. Quem podia imaginar que seria a Rolling Stone que iria assassiná-la? Simon Cowell e Louis Walsh não podem mais levar toda a culpa sozinhos. Bob Dylan deve estar horrorizado! #BoicoteRollingStone”, escreveu ela na rede social.

A assessoria da revista não comentou nada oficialmente, porém, como foi um post feito na internet, surgiram muitos comentários: alguns a favor e outros contra ao que ela disse. Já algumas outras pessoas não gostaram da forma como ela se referiu a Kim.

“A Rolling Stone não tem sido sobre música há um bom tempo”, comentou uma seguidora. “Sabe, Sinéad, eu sou louco por você… Entretanto, chamar qualquer pessoa de ‘puta’, especialmente em redes sociais e especialmente com o status que você tem dentro da música mundial, é decepcionante. Kim é apenas um produto criado pela mídia – eu focaria [a crítica] mais na Rolling Stone e não na garota da capa (a qual, realmente não tem talento algum”, disse outro seguidor.

Veja a capa:

kim4

Todos sabem que Sinead O’Connor não costuma guardar suas críticas para si mesma, tanto que já chegou a escrever uma carta aberta criticando Miley Cyrus.

Comentários