publicidade
   

News

Relembre os músicos que sofreram com a bebida



 

Whiski 590A primeira reunião dos alcoólicos anônimos aconteceu há 66 anos, em Londres, e já ajudou muitas pessoas a saírem do vício do alcoolismo. Talvez se tivessem convencido alguns cantores a frequentarem as reuniões muitos problemas seriam resolvidos.

Um exemplo disso foi a cantora Amy Winehouse. Tão talentosa quanto problemática, ela não conseguiu superar o vício em álcool e morreu aos 27, vítima de intoxicação por álcool.
Amy Winehouse

Britney Spears foi outra que teve muitos problemas com o álcool. Mas, ao contrário da Amy, o período de recuperação da cantora funcionou e ela conseguiu se livrar do trágico fim e retomou sua carreira (Não sem antes proibir os amigos de beberem perto dela).

Britney Spears

AJ McLean chegou ao estrelato com o Backstreet Boys, de uma forma meteórica. Da mesma forma os problemas chegaram com o excesso de festas e o abuso de bebidas que só foi vencido após ir para a rehab em 2001.
AJ McLean

Steve Tyler, vocalista do Aerosmith é uma espécie de sobrevivente. Após muito tempo de abuso do álcool e diversas internações em clínicas de reabilitação, ele conseguiu se livrar do vício.

Steven Tyler

Jimi Hendrix tem muitas coisas parecidas com Amy Winehouse. Ele também morreu aos 27 anos, no auge de seu talento e vítima do álcool. No caso do guitarrista, ele se sufocou em seu próprio vômito, que tinha vinho e pílulas para dormir.

Jimi Hendrix

Bom Scott foi outra vítima trágica do álcool. O antigo vocalista do AC/DC se embebedou e um amigo o deixou dormindo no carro. O frio de Londres, sua asma e o excesso de álcool foram fatais.

Bon Scott

O Brasil também perdeu talentos devido ao abuso do álcool e talvez o nome mais marcante no rock seja o de Raul Seixas. Raulzito foi encontrado morto em 1989, vítima de uma pancreatite causada pelo alcoolismo, agravado pela diabete e por não ter tomado insulina no dia.

Raul Seixas

Comentários